• Pubblicazione del 15 Ottobre 2014 ore 19.00
  
  

Produção de carvão vegetal explora e degrada o trabalhador

lavoro_schiavo_4-Agencia_Brasil

O observatório virtual Amazonia.Org monitora indicadores econômicos e sociais da imensa reserva natural brasileira, palco de inúmeras violações aos direitos humanos, como a manutenção de trabalhadores em situações semelhantes ao trabalho escravo, algo que acontece com frequência na indústria do carvão vegetal. O Brasil éo maior produtor mundial desse produto segundo estatísticas da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura. De acordo com o “Balanço Energético Nacional 2013”, do Ministério da Energia em 2012 a produção total foi de 7,4 milhões de toneladas.

 

No Cadastro de Empregadores do Ministério do Trabalho e Emprego divulgado no final de 2013, a "lista suja" traz, entre o nome de 21 empregadores cuja atividade é a fabricação da substância negra através da queima da madeira.
Numa carvoaria no Estado do Tocantins, vinte trabalhadores foram submetidos a condições degradantes na frente de trabalho e no alojamento. Além disso, tiveram a liberdade restringida por meio de constantes ameaças do empregador, que chegou a confessar ter agredido um trabalhador com socos e chutes. A alimentação oferecida a esses escravos da era moderna era preparada sem condições básicas de higiene e com sal destinado aos bois, não de cozinha. As refeições eram realizadas no meio do mato, próximo aos fornos de carvão ou em toras de madeiras, usadas como bancos. Os empregados não tinham proteção contra sol ou chuva, animais domésticos ou silvestres. A água consumida não era potável.
Nas frentes de trabalho, não havia instalações sanitárias e os funcionários trabalhavam sem equipamentos de segurança, expostos a altas temperaturas, fumaça, poeira e ao impacto das cargas de carvão, carregadas diretamente no ombro, numa que remete ao célebre romance Germinal (1885), no qual Èmile Zola, o pai do Naturalismo, narra as condições subumanas a que eram submetidos os carvoeiros franceses.

(EF)

Italian Media s.r.l. - via del Babuino, 99, Roma, c.a.p. 00187, p.IVA 09099241003, edita il settimanale Italiani con registrazione al Tribunale di Roma n. 158/2013 del 25.06.2013 - email: info@italianmedia.eu